Isso é muito triste!!!

>

>

>>Vocês se lembram do estudante de medicina que foi encontrado morto

>>na piscina da USP, em 1999?

>>

>>Ele foi afogado mecanicamente (isto significa que, mesmo não

>>sabendo nadar, foi jogado várias vezes na piscina, até que não

>>resistisse mais), num trote realizado na USP. Então, vocês têm que

>>saber que, até hoje, ninguém foi responsabilizado pela morte do

>>rapaz. E os acusados estão livres, leves, soltos, exercendo suas

>>profissões e gozando a vida. Tomem nota do nome dos acusados:

>>

>>1) Dr. FREDERICO CARLOS JANA NETO, não mais chamado pelos amigos de

>>"Ceará", para que ninguém se lembre dele pelo apelido, que ficou

>>associado à tragédia de 1999. Formado pela USP, tem 28 anos e

>>atende no Hospital das Clínicas de SP;

>>

>>2) Dr. ARY DE AZEVEDO MARQUES NETO, tem 25 anos e na época, era

>>aluno do 3° ano e presidente da associação atlética, e foi dele o

>>grito de guerra para que os calouros fossem jogados na piscina (que

>>possui de 2 a 4 metros de profundidade);

>>

>>3) Dr. GUILHERME NOVITA GARCIA, especializado em ginecologia

>>(cuidado mulheres!), também cursa cirurgia. Tem 29 anos e é

>>apelidado de "Campanha". Admitiu ter feito brincadeiras para

>>assustar os calouros e admite ainda ter jogado uma estudante na

>>piscina naquele dia;

>>

>>4) Dr. LUIS EDUARDO PASSARELLI TIRICO, titular do time de basquete

>>da faculdade e considerado o "mauricinho" da turma. Tem 24 anos, e,

>>junto com FREDERICO E GUILHERME, foi denunciado. Não podemos,

>>também, esquecer do Sr. Dr. MÁRCIO THOMAZ BASTOS que virou -

>>pasmem! - MINISTRO DA JUSTIÇA do governo Lula, e que, 24 horas

>>depois de assumir o cargo, pediu a SUSTAÇÃO DO PROCESSO.  Isso

>>porque ele era um dos advogados de defesa do Dr. LUIS EDUARDO

>>PASSARELLI TIRICO. Diz o ministro da justiça de Lula que inexiste

>>relação entre sua nomeação e o pedido de sustação do processo, mas,

>>segundo a promotora responsável pelo caso, "é, no mínimo, uma

>>coincidência muito estranha o fato de a ação ser interrompida um

>>dia depois da nomeação de Márcio Thomaz Bastos, sabendo-se que ele

>>defendia um dos acusados". Vê-se, portanto, que sem o

>>prosseguimento da ação, até hoje o único culpado(???) foi a própria

>>vítima, EDISON TSUNG CHI HSUEH, que pagou com a própria vida pelo

>>esforço que fez para entrar no curso da USP.

>>

>>Só pra refrescar mais um pouco a memória. O nosso Ministro da

>>Justiça (infelizmente), MÁRCIO THOMAZ BASTOS, foi também advogado

>>dos delinqüentes que assassinaram o indio pataxó, a quem,

>>igualmente, NADA aconteceu. Enquanto essa

>>figura funesta, o defensor-mor dos direitos humanos só para os

>>bandidos, posar e atuar como ministro, estamos todos ferrados.



Escrito por Gilberto Lins às 10h33
[] [envie esta mensagem]



A BARRAGEM DO PRATA SANGRA BASTANTE!

 

Devido as fortes chuvas quem vem assolando a região mata sul do estado de Pernambuco, os rios e barragens lá instalados estão enchendo de forma considerável, porém, sem nenhum risco de enchentes ou alagamentos. A população do município de Palmares a muitos anos vem temendo a referida barragem, pois, lá tem muita água e caso ocorra a catástrofe dela não amparar toda demanda resultando em sua quebra, as cidades como, Catende, Palmares, Belém de Maria e outras sofreram uma enchente jamais vista.

Pertencente à bacia do rio Una, ela tem a sua localização no município de Bonito-PE, e suporta 42.000.000m3 de água tendo 35 km de extensão. Apesar de estar sangrando bastante, os moradores da região falam que a situação da mesma já esteve bem pior, dizendo que o atual estado está totalmente fora de risco, pois, todo ano o responsável pela barragem, abre as comportas para tirar o excesso de água.

Muita gente bota em questão a sua estrutura, mais pelo que vi, realmente a parte estrutural da barragem foi bem feita, e seria praticamente remota a quebra do prata.

Veja as fotos:http://gilberto.lins.junior.vilabol.uol.com.br/prata.html



Escrito por Gilberto Lins às 08h18
[] [envie esta mensagem]



PALMARES PERDE E ADIA O SONHO DA PRIMEIRA DIVISÃO

No dia 20 de junho o time do Palmares foi à Santa Cruz do Capibaribe para enfrentar a equipe do Ypiranga no estádio Limeira Alves. O time da mata sul, só precisava ganhar para obter a classificação e participar do quadrangular final. Mais não foi assim que acabou o jogo.

            Palmares começou o jogo no ataque causando um susto no goleiro adversário através de um falta. Pouco tempo depois, o jogo ficou mais concentrado no meio de campo, o que facilitou bastante para o Ypiranga roubar a bola da equipe palmarense e fazer o primeiro gol.

            Com o primeiro gol, Palmares foi atrás do empate deixando a defesa totalmente aberta. Depois de muita pressão o Ypiranga chegou ao seu segundo gol, terminando o primeiro tempo com uma boa vantagem.

            Com o seu principal jogador no banco (Seedorf), Palmar volta com o time apático o que fortaleceu o Ypiranga que com fortes contrataques surpreendeu a zaga da palmares com mais dois gols deixando o placar de 4x0. Nem a entrada do lateral Seedorf resolveu a ida do time palmarense ao ataque, que fez um gol, porem, anulado pelo juiz.

            Com o desenrolar do tempo, a equipe de Palmares já sentindo o cansaço foi diminuindo o ritmo de jogo dando lugar par a torcida do Ypiranga que festejava bastante com apitos e declarações apaixonadas pelo time.

            Já com o semblante melancólico, a comissão técnica olhava a festa do time adversário que foi classificado em seu lugar.

            Uma coisa é certa: A população de Palmares está muito orgulhosa com a campanha feita pela equipe. Se perdemos hoje, amanhã será um outro dia, e com certeza podemos vencer os nosso objetivos. Os moradores do município pedem a todos os guerreiros do time o muito obrigado!

PARABÉNS PALMARES

Por Gilberto Lins: gilberto_lins@zipmail.com.br

 



Escrito por Gilberto Lins às 13h07
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]


Histórico
04/07/2004 a 10/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Resenhas da FAFICA